quinta-feira, 27 de julho de 2017
VOLTAR PARA NOTÍCIAS

25/5/2015

Angélica e Huck falam sobre acidente: ‘Achei que ia morrer’

O casal deu uma entrevista ao Jornal Nacional e falou tudo o que sentiu

ofuxico

Luciano Huck e Angélica deram a sua primeira entrevista depois do acidente de avião que sofreram no domingo. O Jornal Nacional transmitiu a conversa que eles tiveram nesta segunda-feira (25) com o José Roberto Burnier.

O jornalista, antes de passar a entrevista, ainda falou para William Bonner sobre a impressão que teve do casal.

“Vi muito pavor nos olhos deles. Eles ainda estão muito traumatizados”, disse.

Visivelmente abatidos, o casal contou o que sentiu e pensou na hora que o avião estava caindo.

Leia os depoimentos de Luciano Huck e Angélica:

“Ouvi um barulho e o avião inclinou de lado. Comecei a trocar ideia com o comandante, a quem eu só posso agradecer. Ele disse que tinha perdido uma bomba de combustível e estava pensando o que fazer!”, começou Huck.

“Nesse momento, o Benício estava tenso, quieto. A Angélica gritava: ‘Eu quero que pouse, eu quero que pouse’”, continuou ele.

Angélica então contou:

“Eu olhei pra ele e perguntei: ‘ A gente vai pousar?.e ele respondeu: não, a gente vai cair’. Nisso, o Joaquim começou a gritar do meu lado que não queria morrer”, falou ela.

“Foi quando passou pela minha cabeça que a gente ia morrer. E aí o que eu pensei foi que não queria que a gente se machucasse, que fosse rápido”, continuou.

“A lembrança que eu tenho é como se a gente tivesse morrendo mesmo, um silêncio, uma coisa estranha”, falou a apresentadora do Estrelas.

Foi aí que Huck relatou o que aconteceu depois que o avião já estava em terra firme:

“Eu estava com muita dor nas costas. A Angélica estava muito nervosa, chorava sem parar, falando que não conseguia se mexer. A Eva também estava chorando, mas ela ficou bem porque a baba apertou ela bastante. E o Joaquim tava com o rosto inchado porque ele bateu na lateral”, revelou.

“Mas a hora que eu cheguei no hospital, eu estava muito feliz, estava todo mundo vivo. Minha família estava bem”, disse Huck.

Questionados como estavam se sentindo em relação aos ferimentos, o casal foi sincero:

“Eu estou com dor, mas estou bem melhor”, disse Huck.

“Apanhei ontem. Estou toda doida, mas estou feliz. Só vou ter que ficar um pouquinho de molho. Ainda não conseguir dormir, eu fecho o olho e é como se eu visse um filme na minha cabeça. Agora, vou ter que controlar o emocional, porque eu sou chorona”, finalizou a loira.

Entenda o acidente

Angélica e Luciano Huck voavam em um Embraer 820C da pequena cidade de Miranda, próxima a Bonito, rumo a Campo Grande, de onde pegariam um outro avião para voltar ao Rio de Janeiro.

No caminho, uma pane afetou os dois motores da aeronave, travando o envio de combustível. O piloto percebeu a falha e procurou rapidamente um campo aberto para poder fazer um pouso de emergência, já que a região é cercada por fazendas de gado.

O avião aterrissou de forma bruta na fazenda Palmeira pela manhã do domingo (24). Dentro dele, havia 9 pessoas: Angélica, Luciano Huck, as crianças Joaquim, Benício e Eva, as duas babás, o piloto e o copiloto.

À noite, todos (menos a tripulação) foram transferidos para o hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo. Os filhos do casal tiveram alta na manhã de segunda-feira (25) e voltaram para a casa da família no Rio de Janeiro.

Angélica sofreu um estiramento muscular na região da lombar e uma pequena lesão na musculatura pélvica. Já Luciano Huck teve uma pequena fratura na 12ª vértebra.
Comentários ()




Veja também:

WhatsApp Rádio Alternativa 43-9600-4157
NO AR
RECADOS / PEDIDOS

+ Veja todos os recados

+ Envie seu Recado
ENQUETE

© 2011-2017 Rádio Alternativa AM - A Rádio Coração do Paraná - Cândido de Abreu - PR
Site desenvolvido por euflasio
>>>>>>>>>>