terça-feira, 29 de setembro de 2020
VOLTAR PARA NOTÍCIAS

16/05/2014

Dançarina de Latino segue com bala alojada nos seios e já tem nova cirurgia marcada

Ariany só deve recuperar a rotina em seis meses

ofuxico

Quem vê a dançarina do Latino, Ariany Nogueira em sua casa, nem imagina que no seio esquerdo ainda está alojada uma bala. A morena se recupera do tiro que a atingiu no abdômen no último dia 3, em uma tentativa de um assalto na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ela tem a certeza de que teve ajuda divina e vai tatuar a mão de Deus com as iniciais dos familiares e amigos que a têm ajudado. A mãe, Josete e o irmão, Pietro, vieram de Foz do Iguaçu só para auxiliar a morena.

A dançarina passou por uma cirurgia no fígado, onde levou o tiro, e preferiu não mostrar a cicatriz. Mas garante que a equipe fez um bom trabalho. Daqui a duas semanas, ela vai novamente ao centro cirrgico, dessa vez para tirar o projétil. Segundo os médicos, a prótese de silicone não deve sofrer danos.

Depois de atingida, ela ainda dirigiu cerca de dois quilômetros até chegar ao posto de gasolina mais próximo. A morena conta que a ajuda de frentistas e funcionários foi essencial para que esteja bem.

"Pensei que ia morrer e tive medo de não ver mais ninguém que amo”, comentou em entrevista ao jornal Extra.

Desde o incidente, Ariany e Latino se falaram apenas uma vez, por telefone. Ela conta que ainda não se encontraram pessoalmente porque o cantor está viajando a trabalho.

Para manter o corpão, ela já mantinha uma alimentação leve, por isso não tem sofrido tanto com a dieta durante a recuperação.

"Sinto falta apenas do sushi, que eu gostava de comer pelo menos uma vez por semana", lamenta.

Ariany sente falta da musculação e das aulas de dança. Enquanto não pode cuidar do corpo, ela vai exercitar a mente. Pretende se matricular num curso de inglês, ler livros sobre dieta e assistir a vídeos de Beyoncé para aprender novidades. Além disso, duas vezes por dia ela precisa fazer 30 repetições em um aparelho de sopro, para cuidar da respiração.

A previsão é de que em seis meses ela esteja 100%, mas a dançarina não quer esperar tanto.

"Em dois meses quero acompanhar os ensaios".
Comentários ()




Veja também:

WhatsApp Rádio Alternativa 43-99875-2022
NO AR
RECADOS / PEDIDOS

+ Veja todos os recados

+ Envie seu Recado
ENQUETE

© 2011-2020 Rádio Alternativa AM - A Rádio Coração do Paraná - Cândido de Abreu - PR
Site desenvolvido por euflasio
>>>>>>>>>>