sexta-feira, 25 de setembro de 2020
VOLTAR PARA NOTÍCIAS

04/01/2014

Carro de Paul Walker circulava a 160 km/h antes do acidente

OMG Yahoo

Washington, 3 jan (EFE).- O carro no qual o ator da saga "Velozes e Furiosos" Paul Walker circulava estava a mais de 160 km/h no momento do acidente que o matou, e o impacto provocou queimaduras tão graves que o ator não pôder ser identificado visualmente, indicou nesta sexta-feira o relatório de sua autópsia.

Walker, de 40 anos, viajava em 30 de novembro em um Porsche Carrera GT vermelho conduzido por seu amigo Roger Rodas, um empresário e piloto de corridas de Santa Ana (El Salvador), que perdeu o controle do veículo e morreu no ato do acidente.
O automóvel foi incendiado após se chocar contra um poste de iluminação pública e uma árvore na comunidade de Valência, situada na cidade de Santa Clarita, e seus dois ocupantes morreram pouco depois por "traumatismos e queimaduras múltiplas", segundo o relatório divulgado hoje pelo Escritório do Legista do condado de Los Angeles.

Walker sofreu múltiplas fraturas em seus braços, rosto e costelas e ficou irreconhecível devido às queimaduras, enquanto Rodas teve ferimentos similares e fraturou o crânio, explicou o relatório legista.
O impacto teve tal força que quase partiu o veículo em dois, e os corpos de seus dois ocupantes foram achados em uma "posição pugilística", talvez para se proteger do golpe, acrescentou o documento.
Em 4 de dezembro, um relatório da autópsia preliminar já determinou que Walker faleceu como consequência de "traumatismos e queimaduras", mas até agora o Escritório do Legista não tinha determinado a velocidade na qual circulava o veículo e nem como aconteceu o impacto.
O veículo ia rumo ao leste quando, segundo mostraram as marcas na calçada, perdeu o controle, deu várias voltas, subiu a calçada e se chocou contra uma árvore e um poste de iluminação público, segundo o relatório.

"A força dessas colisões fez com que o veículo girasse 180 graus (...) e o lado do copiloto do veículo se chocou então contra uma árvore e o veículo se prendeu em chamas", indicou.
A morte de Walker obrigou ao estúdio Universal suspender a produção da sétima entrega da saga "Velozes e Furiosos" mas, segundo informou hoje o jornal "The Hollywood Reporter", a sequência deve ser retomada em breve e seus criadores parecem já saber o que fazer com o personagem do falecido ator.
Ao invés de provocar a morte do personagem Brian O'Conner, os responsáveis da franquia prevêem fazer com que se aposente, a fim de aproveitar as cenas que Walker já filmou para a sétima entrega da saga antes de sua morte, segundo fontes ligadas às conversas citadas pela publicação especializada.
O filme tinha como data prevista para estreia 11 de julho deste ano, mas sua chegada aos cinemas foi atrasada em oito meses devido ao fato. EFE
Comentários ()




Veja também:

WhatsApp Rádio Alternativa 43-99875-2022
NO AR
RECADOS / PEDIDOS

+ Veja todos os recados

+ Envie seu Recado
ENQUETE

© 2011-2020 Rádio Alternativa AM - A Rádio Coração do Paraná - Cândido de Abreu - PR
Site desenvolvido por euflasio
>>>>>>>>>>